Meta reforça medidas para impedir influência de redes com base na China

meta

A Meta alertou hoje sobre campanhas online enganosas vindas da China visando influenciar as eleições de 2024 nos EUA e em outros lugares. 

A empresa já desativou cinco dessas redes este ano. 

Ben Nimmo, chefe de inteligência contra ameaças globais da Meta, ressaltou a necessidade de vigilância diante dessas tentativas de interferência. 

A Meta identificou e removeu 4.789 contas falsas no Facebook relacionadas a uma campanha que envolvia temas políticos americanos e relações com a China. Essas contas elogiavam a China, atacavam críticos e replicavam posts autênticos de políticos americanos para intensificar divisões partidárias. 

A empresa prevê que esses esforços de influência nas eleições de 2024 se expandirão para outras plataformas online, incluindo o uso de inteligência artificial generativa como o ChatGPT. 

A fonte mais abundante dessas redes, no entanto, continua sendo a Rússia, com operações voltadas para consolidar apoio à invasão da Ucrânia.

Fonte: exame.com

Compartilhe

Tiago Pires

Olá, sou Tiago Pires, mas você pode me chamar de Pires. Em 2009, fundei a Agência Natu movido por uma paixão: a internet.

Inscreva-se na nossa Newsletter

Postagens relacionadas

Como sua empresa pode criar conteúdo atrativo para publicar no Instagram?

Experiência de Tik Tok sem anúncios

Entenda como o E-commerce no Brasil vem Crescendo

Natu News

Tel: (+55) 11 3197-8542

Av. Pereira Barreto, 1479 13° andar Sala 107 - Baeta Neves
São Bernardo do Campo -SP

Av. Pereira Barreto, 1479 13° andar Sala 107 - Baeta Neves São Bernardo do Campo -SP

Certificações:

© 2024 | Todos os Direitos Reservados